Scroll To Top

Filmes do Homem

Equipa

Plano Frontal

Carlos Eduardo Viana

Carlos Eduardo Viana

Carlos Eduardo Viana fez Estudos Superiores em Cinema e Vídeo na Escola Superior Artística do Porto e possui uma licenciatura em ensino. É docente do grupo 200. Coordenou a Oficina de Cinema e Audiovisuais do Centro Cultural do Alto Minho (1981 a 1994) e foi sócio fundador, em 1994, da AO NORTE – Associação de Produção e Animação Audiovisual, ONGD de que é dirigente. Bolseiro do governo francês, frequentou nos Ateliers VARAN, em Paris, dois estágios de cinema direto (iniciação e especialização). Coordena as atividades pedagógicas desenvolvidas pela AO NORTE na área do cinema e dos audiovisuais, os Encontros de Cinema de Viana e o portal na Internet Lugar do Real. Realizou vários documentários em Portugal, Angola e Cabo Verde.

Pedro Sena Nunes

Pedro Sena Nunes

Realizador, programador cultural e professor na área da criação artística, cinema documental e cinema experimental, realizou diversos filmes com apoio do ICA/RTP - documentários, ficções e spots publicitários. Co-director artístico da Vo'Arte, co-fundador da Companhia Teatro Meridional, é consultor e coordenador de diversos projectos culturais. Integrou as equipas dos projectos europeus Fragile, Unlimited e European Video Dance Heritage (EVDH). Co-dirige os Festivais Internacionais InShadow, InArte e InMotion - Cinema e Dança, e programa os Olhares Frontais dos Encontros de Cinema Viana há 15 anos, colabora com o Festival Filmes do Homem. O seu projecto artístico centra-se cada vez mais numa prática com dimensão social através do cruzamento de pessoas com necessidades especiais e artistas profissionais.
Há 24 anos que se dedica intensamente à área pedagógica, dirigindo laboratórios dedicados à criação e à experimentação, tanto documental, como ficcional, lecciona nas áreas de realização cinematográfica, narrativas transdisciplinares e relação da performance com as tecnologias na ESTAL, IPA, SOU e EscreverEscrever. No Mestrado de Cinema Documental da ESMAE (Porto) lecciona há 8 anos e é coordenador pedagógico na ETIC há 18 anos, escola onde foi director criativo, e colabora agora na implementação dos novos cursos HND certificados pela maior entidade educativa do mundo: Pearson. Orquestrador e encenador de diversos projectos teatrais, coreográficos e performáticos, foi inúmeras vezes premiado pelos seus trabalhos cinematográficos, fotográficos e transdisciplinares em Portugal e no estrangeiro. Co-criou o projecto Geração Soma, apoiado pelo Programa PARTIS - Integração social através das práticas artísticas, da Fundação Calouste Gulbenkian. Actualmente é doutorando na Universidade de Lisboa (UL) em artes performativas e imagem em movimento, é investigador do GECAPA nas áreas experimentais de cruzamento entre corpo e imagem, e filma o seu novo projecto documental.

Rui Ramos

Rui Ramos

Nasceu em Paris em 1971. Tem formação superior em direito, marketing e promoção turística. É sócio fundador e Director Executivo da AO NORTE – Associação de Produção e Animação Audiovisual, onde assume a produção executiva de documentários e a responsabilidade pela produção dos documentários produzidos no âmbito do curso de documentarismo Olhar o Real. É o produtor executivo dos Encontros de Viana – Cinema e Vídeo (2001-2016). Foi diretor artístico e programador do Festafife – Festival Internacional de Teatro de Marionetas e Cinema de Animação (2007-2011) para a área do cinema de animação. É coordenador e fundador da Minho Film Commission. Trabalha como consultor na área do turismo e é empresário.

Mário Gomes

Mário Gomes

Mário Gomes (1982) concluiu os estudos em Ciências da Comunicação em 2004, tendo antes pertencido a várias associações culturais e estudantis. Desde então, tem desenvolvido projetos nas áreas do teatro, dança, música e cinema. Em 2007 parte para Madrid, onde trabalha no projeto solidário SCREAM (Supporting Childrens Rights through Education, Arts and Media), desenvolvido pela Organização Internacional do Trabalho. No cinema, Mário Gomes já trabalhou com vários realizadores, destacando-se no seu currículo filmes com: Rodrigo Areias, Manoel de Oliveira, Victor Erice, Peter Greenaway, Edgar Pêra, Joonas Berghall, João Canijo, Gabe Klinger, entre outros.

João Gigante

João Gigante

João Gigante, natural de Viana do Castelo cujo percurso, depois de se ter licenciado em Artes Plásticas pela Faculdade de Belas Artes, manteve-se entre a prática das artes plásticas, tendo exposto o seu trabalho em diversas exposições importantes no panorama artístico nacional e internacional e a prática de produção e organização de eventos e projetos artísticos, como a coordenação do departamento de Artes Plásticas da AISCA (Associação de Intervenção Cultural, Social e Artística), Viana do Castelo, a direcção da Revista Parasita (com Hugo Soares), ao projeto Arame (Sonoplastia) e a projeção e organização de projetos de nível social e etnográfico, mantendo a sua característica artística e conceptual.
Atualmente frequenta o Mestrado em Comunicação Audiovisual na Escola Superior de Música, Artes e Espectáculo do Instituto Politécnico do Porto.

Miguel Arieira

Miguel Arieira

Nascido em 1987, é licenciado (2010) em Tecnologia da Comunicação Audiovisual (área vídeo), pela Escola Superior de Música e Artes do Espetáculo do Instituto Politécnico do Porto. Com formação musical anterior (Academia de Música de Viana do Castelo) e, por isso, uma proximidade especial com a área do som, desenvolve, ao longo da licenciatura, interesse específico pela documentação, recolha e mistura sonora, especializando-se na captação e pós-produção áudio.
Além do registo e desenho sonoro, com enfoque na pesquisa técnica sobre noções de espacialização stereo e 5.1, o seu trabalho complementa, no entanto, também outras vertentes – realização, operação câmara e fotografia -, tendo já participado em vários projetos para cinema e televisão (ficção, documentário e publicidade).
Atualmente trabalha com a AO NORTE. Associação de Produção e Animação Audiovisual, onde é responsável pela captação e pós-produção áudio, estando também diretamente envolvido no trabalho de registo documental realizado pela associação.

Daniel Deira

Daniel Deira

Daniel Deira (1982) é licenciado em Tecnologia da Comunicação Audiovisual pela Escola Superior de Música, Artes e Espetáculo do Instituto Politécnico do Porto. Possui ainda formação superior na área da engenharia. Com especial interesse pelo som é nesta área que se especializa, nomeadamente na captação e pós-produção áudio. Colabora regularmente com a AO NORTE - Associação de Produção e Animação Audiovisual desde 2013 e trabalha também noutros projetos, não só na área de som mas também como operador de câmara.